Dicionário “Raiz” sobre Hedge Agrícola

Conceitos que o produtor rural precisa conhecer para comercializar sua produção.

 

O objetivo desse material é auxiliar o produtor rural a compreender os termos técnicos das ferramentas de proteção de preço aplicável à comercialização agrícola.

 

Hedge: estratégia de proteção contra a volatilidade de preços através da negociação de contratos financeiros e físicos.

Commodity: é um produto básico, geralmente produzido em grande escala, que pode ser intercambiável com outros produtos do mesmo tipo e é negociado em mercados financeiros. As commodities agrícolas incluem, por exemplo, grãos como trigo e milho, enquanto as commodities energéticas incluem petróleo e gás natural.

Diferencial de Base: diferença entre o preço do contrato futuro e o preço do produto físico no mercado local.

Contrato a termo com a trading ou frigorifico: um contrato a termo com uma trading ou frigorífico é um acordo entre duas partes para comprar ou vender uma commodity agrícola em uma data futura específica, a um preço acordado no momento da celebração do contrato.

Derivativos agrícolas: são contratos financeiros que permitem a compra ou venda futura de produtos agrícolas, como grãos, carnes e laticínios. Esses contratos são usados para gerenciar riscos de preços, permitindo que produtores e comerciantes fixem preços futuros para seus produtos.

Contrato futuro negociado em bolsa: o contrato futuro negociado em bolsa é um acordo padronizado entre duas partes para comprar ou vender um ativo em uma data futura específica, a um preço pré-determinado. É usado pelos produtores rurais para se proteger contra possíveis quedas de preços em suas commodities, como grãos, por exemplo.

Convergência do contrato futuro de commodity: é o processo pelo qual o preço do contrato futuro se aproxima do preço atual do ativo subjacente (físico) à medida que se aproxima da data de vencimento do contrato. Isso ocorre porque os traders ajustam suas posições de acordo com a oferta e demanda do mercado, levando a uma convergência dos preços.

Proteção de preços: estratégia de utilização de contratos futuros ou opções para fixar o preço de venda dos produtos agrícolas.

Travar o preço de uma commodities: travar o preço de uma commodity é estabelecer um preço futuro para a venda do produto, através de um contrato futuro negociado em bolsa ou a termo, visando proteger o produtor rural contra flutuações de mercado e garantir um preço mínimo pelo seu produto.

Tendencia de baixa: tendência de baixa em uma commodity agrícola refere-se a uma diminuição geral nos preços dessa commodity ao longo do tempo.

Tendencia de alta: tendência de alta em uma commodity agrícola refere-se a um aumento geral nos preços dessa commodity ao longo do tempo, geralmente devido a uma redução na oferta em relação à demanda.

Volatilidade em commodity: é a medida da variação dos preços de uma commodity ao longo do tempo. Quanto maior a volatilidade, maior será a incerteza do mercado em relação ao preço futuro da commodity.

Limite de oscilação: é um valor máximo permitido pela bolsa de valores para a variação dos preços de negociação dessa commodity durante um único dia de negociação. Esse limite é estabelecido para controlar a volatilidade do mercado e evitar oscilações extremas nos preços das commodities.

Liquidez de commodity: é a facilidade com que uma commodity pode ser comprada ou vendida no mercado sem afetar significativamente o seu preço. Quanto mais facilmente negociável uma commodity for, maior será a sua liquidez.

Washout: é o cancelamento de uma transação antes do seu vencimento, geralmente devido a uma falta de entrega do ativo subjacente. Isso pode acontecer devido a uma quebra de safra, problemas logísticos ou outras razões que impeçam a entrega da commodity negociada.

Sazonalidade: sazonalidade de commodities agrícolas refere-se à variação sazonal nos preços das commodities, influenciada por fatores como a oferta e a demanda sazonais, condições climáticas e safras.

Bushel de soja: uma medida de volume que representa cerca de 60 libras (27,2 kg) de soja. É uma unidade de medida comumente usada para comercializar soja nos Estados Unidos.

Bushel de milho: uma medida de volume que representa cerca de 56 libras (25,4 kg) de milho. É uma unidade de medida comumente usada para comercializar milho nos Estados Unidos.

Basis na comercialização das commodities: diferença de preço entre o contrato futuro e o preço atual do ativo subjacente, utilizada para avaliar oferta e demanda e medir a eficiência do mercado.

 

Rafael Grings

Compartilhe: