Petrobras faz hedge do preço do pretróleo – Comentários

Separamos para você um case de hedge que foi divulgado recentemente.

No dia 22/03/2019 a Petrobras  adquiriu opções de vendas (put) para proteger parte da sua produção de petróleo. 

A put fornece proteção contra desvalorização do ativo, a um determinado nível de preço em uma data futura.

É natural ela pensar em proteger-se contra as oscilações do petróleo, já que o preço dele é bastante volátil. 

No caso da Petrobras, ela terá o direito de venda garantido no patamar de US$ 60,00 o barril no vencimento 31/12/2019. Para ter o direito, ela teve que desembolsar o prêmio de US$ 320 milhões.

A vantagem deste derivativo é que não há chamada de margem, ajustes diários e limitação de ganho. Há somente o pagamento do premio, parecido com seguro de um carro.

Caso petróleo esteja a US$ 50,00 barril no vencimento, a Petrobras irá vender sua produção neste preço, em contrapartida receberá da put os US$ 10,00 da desvalorização. Sendo assim, preço travado em US$ 60,00 menos custo do prêmio.

Se petróleo valorizar, a Petrobrás perde o prêmio que pagou (US$ 320 milhões) mas acompanha 100% da alta do petróleo. Por exemplo, vamos supor que a commoditie no vencimento esteja negociada a US$ 75,00 barril. Neste caso, a empresa irá vender a produção no preço de mercado (US$75) acompanhando a alta do ativo. Lucro da operação, preço de venda menos prêmio. 

No segundo cenário, a empresa ainda deduz o prêmio pago nas demonstrações financeiras. 

O bom disto, é que este mesmo mecanismo está disponível para os produtores rurais. Você pode comprar put de soja, milho, boi, dólar, dentre outros.

Isto tudo sem se preocupar com margem de garantia e ajustes diários de posição. Já que nas opções, só há o custo do prêmio.

Os produtores rurais também podem deduzir o custo do premio no seu imposto de renda, assim como a Petrobras faz.

Como você pode ver, grandes empresas também utilizam derivativos para protegerem contra as oscilações de preço e assegurar sua margem. Os mesmo mecanismos, podem ser utilizados por produtores rurais através de negociações realizadas em bolsa de valores.

Espero que tenha gosta, abaixo segue o comunicado que foi divulgado pela Petrobras e se tiver dúvidas deixe seu comentário.

Se você quer saber mais sobre mercado de opções, recomendo a leitura deste texto: Como Proteger Preço Agrícolas no Mercado de Opções


Comunicado Site Relação com Investidores:

Rio de Janeiro, 22 de março de 2019 – Petróleo Brasileiro S.A. – A Petrobras informa que executou estratégia de hedge para proteger parte de sua produção de óleo prevista para o ano de 2019. Foram adquiridas opções de venda com preço de exercício referenciado na média das cotações do petróleo tipo Brent, de abril até o fim de 2019, ao nível de US$ 60,00/ barril. O prêmio total é da ordem de US$ 320 milhões e o vencimento das opções se dará em 31/12/2019.

A estratégia visa hedgear as operações de exportação previstas para o período, protegendo parcialmente o fluxo de caixa operacional da companhia para o ano de 2019, garantindo um nível de realização mínimo de preço para o volume. Assim, há proteção contra os cenários de baixa dos preços, porém mantém-se a fruição dos preços mais elevados nos cenários de alta do Brent.

Esta operação está em linha com o Plano de Resiliência da companhia

Fato relevante disponível em: http://www.investidorpetrobras.com.br/pt/comunicados-e-fatos-relevantes/petrobras-faz-hedge-do-preco-do-petroleo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *